quarta-feira, 30 de maio de 2018

modern love

a mariam já tinha me recomendado antes mas como eu não consigo me concentrar muito fácil em áudio (sou mais visual), eu acabava pegando no sono e não escutando as histórias inteiras..! mas com essa história de viajar muito sozinha, descobri que podcasts são ótimos companheiros de aeroporto e de caminhada pela cidade, e o modern love foi minha primeira descoberta: dá pra dar boas risadas, se emocionar de chorar, se surpreender com a graça da vida ou só parar pra refletir e agradecer :)

segunda-feira, 28 de maio de 2018

top top the voice us (s8-s12)

tenho um fraco gigante por esse programa... por ser relacionado à música (que não sei explicar mas já comentei anteriormente aqui) e ao desenvolvimento dos cantores, pelo formato de audições às cegas, pela dinâmica adam-blake e depois blake-gwen... o certo é que posso passar horas e horas assistindo the voice!

top top queridinhos à primeira audição:
- korin bukowsky
- sawyer fredricks

top top queridinhos que não foram muito longe:
- jacob rummel
- siahna im

top top blinds memoráveis:
- blind do cara que largou o programa e se matou depois anthony riley
- pharrell desafiando o evan mckeel com stevie wonder

top top melhores pitchs nas blind auditions:
- alicia para wé mcdonald
- gwen para jchosen

top top battles:
- celeste betton e mark hood
- dave moisan e michael sanchez  se revezando no piano

top top knockouts memoráveis:
- transformação do braiden sunshine
- sundance head surpreeendendo cantando miley

sexta-feira, 25 de maio de 2018

daily overview

uma das primeiras coisas que comecei a seguir no instagram foi o daily overview, que traz imagens aéreas (tipo foto tirada de drone) de pontos turísticos famosos pelo mundo ou lugares comuns por uma perspectiva incomum: bem interessante!

quarta-feira, 23 de maio de 2018

flow magazine

também nessa época descobri uma revista muuuito legal pra comprar lá em portugal - na realidade ela é dinamarquesa (?) e fala de tudo que eu gosto junto e misturado: tem uma pegada de reflexões existenciais, de falar sobre emoções e como lidar com elas, traz histórias de mulheres criativas e alternativas, sempre tem mimos de papelaria com design bonito, ilustrações interessantes... muuuito amor!

segunda-feira, 21 de maio de 2018

crianças de chernobyl

em um dos primeiros trabalhos com o pessoal da liberty de portugal fiquei sabendo de um projeto social deles de muitos anos já, que me deixou de boca aberta, e orgulhosa da empresa de verdade... eles trazem crianças da ucrânia que vivem na área afetada pelo desastre de chernobyl, pra passar um mês de férias na casa de funcionários da empresa, respirando ar puro, se energizando com o sol e conhecendo outra cultura, vivendo com uma família com mais estrutura e saudável (isso porque quem ainda mora na região é muito pobre e ainda sofre os efeitos da radiação, além de sempre ter muitas pessoas doentes na família, então esse 1 mês no ano é bem importante pra manter essas crianças saudáveis!). juro que caiu uma lágrima ao ouvir um dos “pais” contando dos filhos temporários!

sexta-feira, 18 de maio de 2018

google flights

essa é uma daquelas invenções que o google de tempos em tempos nos surpreende, realizando desejos que nem sabíamos vocalizar: um buscador de vôos que nos mostra todas as opções disponíveis a partir de um aeroporto em uma certa data, com filtros para o número de escalas, duração, horário de chegada ou partida, preço... e assim chegamos em lugares que nem imaginávamos que estavam próximos, ou que eram acessíveis!


quarta-feira, 16 de maio de 2018

casa do choro


no meio das olimpíadas, aproveitando a estadia estendida no rio e pra arejar um pouco da overdose de esportes, fomos conhecer a casa do choro - que delicia o show, ótima música e de graça!

segunda-feira, 14 de maio de 2018

brené brown


queria descobrir a melhor tradução pra mindblowing - é a palavra que melhor define minha sensação ao ler o livro dela, porque tudo fez muito sentido e falou direto com o meu coração; muito da pesquisa dela explica quem eu sou e me dá o caminho da direção a seguir para ser mais feliz (L)

tentando resumir o supra sumo: conexão é o motivo para estarmos aqui, é o que dá propósito às nossas vidas, essa é a premissa básica do livro. e a pesquisa dela chega à conclusão que é simplesmente mais fácil nos conectar quando acreditamos que somos merecedores de amor e de pertencimento. depende muito menos de nós nos adequarmos para sermos aceitos mas sim de mostrar como somos verdadeiramente, sem nos importarmos com o que os outros pensam, porque o que nos torna vulneráveis é o que é realmente belo em cada um de nós. e é preciso coragem para nos mostrar assim, de peito aberto, com todas as nossas imperfeições, mas esse é o convite que ela faz, para abraçarmos a vulnerabilidade. dá medo e o risco pode ser grande, mas vale a pena... sua década de pesquisa está aí para os que precisamos de provas pra acreditar :)